sábado, 25 de maio de 2013

CartMOD - Megadrive #1

Ola pessoal, estou de volta para postar um circuito que não vi pela net, é uma informação, mas nada que seja util nos dias de hoje, visto que temos eproms mais baratas que funcionam tanto em 8bits como em 16bits ... o circuito a seguir foi retirado de um cartucho piratinha de megadrive que peguei, fiz por curiosidade/conhecimento mesmo, pois ja sabia o que o mesmo fazia e que seria inutil na pratica, mas quem sabe, no projetinho de alguem a informação seja util.

Bom, o megadrive funciona em 16bits, ele le da eprom a informação em 16bits, ou seja, cada chamada ao cartucho tem que retornar 16bits, o circuito faz com que uma eprom de 8bits, seja usada em um circuito que exige 16bits.

Ele funciona basicamente com um registrador de 8bits, é feita uma chamada, esses 8bits são armazenados no registrador, a outra chamada é feita, para os 8bits complementares e então a saida do registrador é ativada, sendo assim 16bits são entregues a cada 2 chamadas.

Bom, isso é teoria minha, de observação, funciona desse jeito exatamente ?? Não sei hehehe

Isso porque o circuito utiliza a conexão de um pino do conector que não é utilizado na maioria dos cartuchos, com isso não sei o que ele exatamente faz, seja como for, é ele quem controla o clock do registrador e o endereço mais alto da eprom, no caso o A15, mas no cartucho que peguei, existem jumpers onde vc pode mudar para ele controlar do A15 ao A18, ou seja, de 512k a 4m de informação, sendo que o endereço mais alto sempre divide a memoria em 2, ele em nivel baixo os primeiros 256k são visiveis, ele em nivel alto, os 256k restantes ficam visiveis.

Agora, sei que o console não vai fazer 2 chamadas para obter o que ele precisa de um endereço, então esse pino 44 ou B21 do conector do cartucho é que faz a tal magica acontecer, entre uma chamada e outra, ele muda o nivel, passando de um estado para outro (não me interessou descobrir precisamente os estados, como disse, só queria saber como funciona meio por cima mesmo) e com isso, o inversor e o registrador entram em ação, armazenando 8bits, e quando o console requisita a informação, os 8bits restantes são retornados, junto com os 8bits do registrador, e assim é feita a magica.

Abaixo imagens, tanto do cartucho que tirei o circuito como do esquema bonitinho.





É isso ai pessoal, conhecimento nunca é demais e não ocupa lugar, sempre é bom =-)

Dablio.