sábado, 20 de fevereiro de 2016

38° Encontro Canal3

    Pessoal, esta chegando o próximo encontro do grupo Canal3, la rola compra, venda, troca, exposição e jogatina de consoles antigos de todas as marcas e épocas, fazemos campeonatos de warlords (atari 4 pessoas) e quando o povo leva controles suficientes, campeoanto de bomberman (saturn 10 pessoas).

     Vem gente de varios estados, principalmente rio de janeiro, mas todos são convidados, caso alguem venha de onibus ou avião, ou nem sabia se vem por conta da logistica, sempre tem voluntarios que vão pegar um pessoal nesses lugares, alguns que ficam para o domingo para passear na cidade se hospedam em hoteis ja de rotina, se vc nunca veio e ta afim, é só falar com o pessoal, se alguem puder ajudar a te buscar, indicar hoteis etc, com certeza vai achar alguém para te ajudar.

     Por isso esse encontro é sempre um sucesso, eu mesmo participo dele desde a edição 5 ou 6 se não me engano, e acho que em apenas uma delas desde então eu não pude ir, ja estou confirmado para essa que acontecerá em SP, zona oeste, coladinho com osasco em 30/04.

     Paga ?? sim, paga, mas o valor é destinado ao aluguel do salão utilizado, e das bebidas e comida servidos no evento, o valor é baixo pelo tipo do encontro e por vc beber e comer a vontade enquanto tiver estoque hehehe, R$ 60,00 se pagar logo, quanto mais se aproximar do evento, o valor sobe, pois muita coisa é comprada de acordo com a quantidade de pessoas ja confirmadas, e comprar coisas em cima da hora sempre é mais trabalhoso etc, então se quer ir, enrola não, pois o encontro sempre valeu a pena, quem vai a primeira vez se encanta, revive a infância com os consoles antigos, pode jogar, fazer novas amizades e comprar, vender ou trocar os games que não tem mais interesse.

     Todas as informações e compra do ingresso neste site:
     https://www.eventbrite.com.br/e/38o-encontro-canal-3-sp-tickets-21030849838

     Aguardo vocês por lá !

     Dablio.

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Projeto O2Mini #1

     Sempre achei o odyssey da philips muito grande, e agora que vou revender alguns multicarts dele, e consequentemente ter que estar em constante utilização do console para testes, resolvi colocar essa ideia em prática.

     Assim como o colecovision, praticamente metade do seu espaço interno é vazio, um desperdício, mas acho que é a moda americana, vide os carrões da época, umas naves enormes, acho que fazia parte do marketing mostrar um produto robusto, enfim ... sempre que abro um odyssey, não penso em outra coisa, matar aquele espaço vazio, mas agora comecei a mexer no meu console, está oficialmente iniciado o projeto O2Mini.

     Veja os primeiros passos, pretendo documentar toda evolução por aqui, por isso esse é o post #1.


Veja o suporte para segurar a força para inserir o cartucho, não ta bonito mas funciona





Como o console será de frente, entrada do cartucho deitada, semelhante ao intellivision que é deitado mas de lado





Aqui a comparação da carcaça com a placa de dentro, da pra notar quanto espaço perdido tem dentro



     Da para notar a placa de transcodificação presa por cima da placa principal, também deitei o capacitor laranja que é enorme e cortei um pedaço do dissipador do regulador 7805 ali no canto superior direito, na frente vamos ter a entrada do cartucho, o botão de power original do console, 2 entradas DB9 que vai permitir usar controles de atari, master system, mega drive ou controles originais adaptados com o conector e ainda um sistema que estou pensando em fazer, pois existem jogos que funcionam no controle 2 ou no controle 1, vc tem que ficar trocando, estou pensando em montar alguma coisa que una os 2 controles com ativação de uma chave, estou pensando se faço isso. Já na traseira, teremos a entrada da fonte (vou pensar na possibilidade de colocar uma fonte embutida), saída do cabo AV embutido e se eu instalar o sistema de junção dos controles, uma chave para ativar/desativar essa função.

     Pretendo usar o adesivo da entrada de controle original na frente do console, mas ela é irregular na direita, não sei como vai ficar se eu cortar para endireitar a bichinha, ou se faço a arte no photoshop e imprimo uma nova, vou pensar ainda .. e na parte de cima, vamos ter exclusivamente o teclado.

     A parte eletrônica está praticamente pronta, se eu não inventar moda com a junção dos controles, então agora resta a parte mais complicada, do case, cortar, martelar, quebrar, colar, lixar, etc. vou aproveitar todas as partes do case original para montar o novo, principalmente o contorno do teclado.

     Bom, é isso pessoal, vamos ver o que consigo montar, muito bonito não ficará, mas a idéia é diminuir o console para ficar pratico e utilizável, principalmente por conta dos controles, visto que nenhum dos que tenho funcionam e ninguém descobriu uma maneira fácil/barata de arruma-los. 

domingo, 20 de setembro de 2015

VCSMC, o XBMC do Atari 2600

     Um cara ganhou um console Atari 2600 personalizado com o logo do yotube, porque ele travalhava no google, gostando muito do aparelho, resolveu fazer, nas suas horas vagas e fora da empresa, um player do youtube para o Atari 2600, veja que lindo o console ficou personalizado e mais abaixo como ficará a imagem com a pouca resolução que o atari oferece.




Link do blog do cara:

Abraço do DABLIO.


segunda-feira, 7 de setembro de 2015

CartMOD Snes

     Novidade no mercado, adaptador para maskrom do SNES (maskrom é a memoria usada no cartucho) para quem faz cartmodding (pega um cart original, retira a maskrom e coloca uma outra memória com outro jogo gravado).

     Porque isso é novidade se você já viu isso de monte por ai ?? Poque o meu modelo é o único que faz a conversão da placa, existem varios tipos de placas de cartuchos do SNES, eliminando as especiais, sobram cartuchos LoROM e HiROM .. normalmente carts Lo são usados para jogos pequenos e HiROM para jogos grandes ... e existem no mercado diversos adaptadores para conversão da memória usada, para você poder usar outras DIP, TSOP, SSOP ou ainda PLCC ... o meu é somente para a DIP42 especificamente a 27c322 que é de 4Mb (32mbit) pois a maioria dos jogos nunca passada desse limite.

     Mas o meu adaptador permite gravar um jogo grande do sistema HiROM em uma placa para jogos menores do tipo LoROM ... e porque isso seria alguma vantagem ?? Porque placas HiROM não são abundantes, ao contrário das placas LoROM que se tem aos montes por ai, isso vai impulsionar a cena cartmodding com certeza !

     Falando do adaptador em si, consistem em uma placa não muito maior que a maskrom do cartucho, onde temos o encaixe para a memória 27c322, 2 chips que transformam a saida da memória de 16bits para 8bits e ainda alguns PADs na placa bem posicionados para vc soldar diretamente alguns terminais do chip MAD-1 da placa, afim de ajudar na conversão sem ter que usar um monte de fios. Infelizmente um dos sinais morre debaixo do MAD-1 e este não tem jeito, tem que se ligar um fio até o adaptador, mas é somente 1 fio, pelo que a placa oferece de benefício, é quase nada !

     Bom, é isso, vejam um vídeo do adaptador proto em ação, montado em uma placa 1A3M-20 que é LoROM e tem aos montes por ai, com um jogo HiROM Donkey Kong 3 .. no video você vai observar um erro de pirataria, que alguns cartuchos novos apresentam, mas isso é um erro de bateria, quando ela ja está para morrer o cartucho começa a fazer isso, basta trocar a bateria.




Por enquanto é isso !!!

Abraço do DABLIO.

quinta-feira, 5 de março de 2015

Inédito: atari com controle de 3 botões ou mais controles

     Imagine o Atari 2600 com mais de 1 botão, como o nes, o master system e vários jogos de arcade ?
 
     Pois é, a idéia é tão simples que não me conformo como alguém ainda não tinha pensado nisso.
 
     Basta transformar as 2 entradas analógicas do controle (cada entrada tem 2), usada para os paddles para entradas digitais para ter mais 2 bits para trabalhar, basicamente é isso.
 
     Não é modificado NADA no console, apenas no controle, e obviamente a ROM preparada para isso.
 


domingo, 22 de fevereiro de 2015

Novos projetinhos ...

     Só passando para falar sobre meus projetos para o futuro em relação ao atari 2600: multicarts com cartão SD, projeto de adaptador para 4 players, adaptador para permitir controles com mais de um botão (provavelmente 3 por controle), que somente jogos novos utilizarão por motivos óbvios e pinturas personalizadas, sei que esse ultimo não agrada a muitos, mas agrada a alguns e é para eles que farei, eu incluso hehehe ... Além de 3 jogos que quero portar para o atari, são 3 jogos ja existentes, um é o primeiro jogo que vi na vida, um game & watch nintendo modelo turtles bridge, quero portar o antartic adventure (nes/msx), e por fim, o banco imobiliário, mas esse de uma forma diferente, o jogo vai se passar tanto na tela do game quanto em um tabuleiro que vai se encaixar em cima do console com leds indicando posição dos jogadores, casa/hotéis e etc. Vamos ver se sobra tempo para isso hehehe

sábado, 10 de janeiro de 2015

Como confecciono placas caseiras

     Post só para matar a curiosidade de alguns de como eu faço minhas placas de circuito caseira, aproveitando que eu estou montando um adaptador para produzir uns cartmod (repro) para o SNES, tirei fotos de como fiz, dou algumas dicas também durante o processo. Legendas nas fotos.

Impressão dos layouts:
exporte do programa de desenho em monocromático e
na impressora, ajuste para papel glossy e melhor qualidade
isso para sair bastante toner, e ajuste para saida mono também
(precisa dizer que só tem toner em impressora laser ?)

Papel glossy que eu usei
(o papel é para inkjet, mas funfa beleza na laser)

Placa e layout já cortados para facilitar a transferência
DICA: eu passo bombril na placa até a mesma ficar brilhando,
não meta o dedo depois disso, fica a digital facilmente nela.
Também tiro as rebarbas da placa para não estragar a plastificadora

Equipamento que uso para transferência: plastificadora Menno 2401
(foi-se o tempo do ferro de passar roupas)

Temperatura no talo, 150° são ideais.
Passei a placa por 12 vezes, não espere entre uma passada e outra,
a ideia é ficar cada vez mais quente para melhor transferência.
O botão frente / reverso nesse modelo ajuda muito nessas horas

Direto para debaixo da torneira

Facilmente se retira o papel

Veja que com apenas uma das mãos eu retiro sem dificuldade

Quase lá ...

Mais um tiquinho ...

e pronto, totalmente retirada de uma só vez

100% do toner transferido

Placa já seca pronto para química

Meu kit de corrosão caseira (sim, era um aquaplay)

Inicio da corrosão, a placa vai ficando rosa

Veja um pedaço ja corroido na borda

Processo de corrosão já pela metade

Depois de totalmente corroida, é meter o bombril na sujeita
para tirar o toner que foi aplicado

Toner totalmente retirado da placa
Serviço de corrosão pronto, agora é furar, cortar e montar =-)

     É isso ai pessoal, parece fácil e é mesmo, rapidinho você produz sua placa caseira, eu documentei essa porque a placa é face simples, as face dupla da para fazer, mas metade do trabalho todo é posicionar o desenho do outro lado da placa no lugar exato, é um saco, mas da para fazer sim, só ter paciência.

     Apesar de eu sempre fazer placas em casa para os protótipos, eu não faço placas finais aqui, eu mando fazer em empresas do ramo, é mais facil, menos dor de cabeça, fica mais caro, mas vem tudo prontinho, testado, com garantia, cortadinho, furado, furos metalizados, layout de componentes impresso, etc .. não tem comparação. Fazer uma placa em casa é só para você testar se fez o desenho certo, mesmo que não fique muito bonita, mas fique funcional, ja está valendo, ai é só mandar o desenho para fazer fora sem medo de não saber se desenhou certo ou se faltou algum ajuste fino depois =-)

Abraço, DABLIO.